5 Curiosidades sobre o Canadá



Oi pessoal,


Estamos há quase 3 meses por aqui e nesse tempo, percebi algumas coisas curiosas e diferentes das que estamos acostumados no Brasil. Essa é uma percepção pessoal e tenho certeza que cada um terá uma opinão diferente quando estiver aqui. Vou mostrar as que fizerem mais diferença para mim..


1 - Preço + Taxas


Aqui, você nunca vai pagar o preço que está na etiqueta. Sempre tem que acrescentar 13% e impostos na província de Ontario (dependendo da província ou território canadense, esse valor é diferente). A única compra por aqui que não se paga impostos é comida no supermercado, o que acho muito bom!!! No Brasil estamos acostumados a ter os impostos embutidos no preço de tudo, se quisermos saber o quanto de taxas estamos pagando, precisamos ler em letras minúsculas no cupom fiscal.

2 - Conta de energia


A conta de energia aqui é chamada de Hydro, em referência às hidroelétricas que são a principal fonte de geração de energia. O Canadá tem muitos lagos, e eles aproveitam desse volume de água para esse fim. Mas essa não é a parte mais interessante! O mais curioso é que aqui, dependendo da hora, a energia pode ser mais barata ou mais cara.



Esses são os valores vigentes de 1/novembro/2017 a 30/abril/2018. Nos horários de pico, o valor pago é mais que o dobro dos horários que estão em verde. E fim de semana e feriados, é o mesmo valor, mais barato. Aqui em casa estamos seguindo esses horários rigorosamente.

3 - Horário de trabalho


Essa é outra grande diferença. No Brasil, temos uma carga horária de 220 horas mensais, e se estivermos na empresa só para marcar presença, recebemos o salário pelo período que estamos disponíveis para a empresa. Não sei se essa foi uma das mudanças na nova legislação trabalhista brasileira, mas aqui você recebe pelo período que produziu. Não tem essa cobrança de horas a serem cumpridas, até por que você recebe o salário de acordo com o horário que trabalhou, então é o funcionário o maior interessado em estar ocupado e não só ir na empresa pra cumprir um horário. O mais legal é que mesmo estando em casa, mas fazendo algum trabalho, relatórios, cursos e outras coisas, essas horas são contadas como horas trabalhadas, pois você está produzindo algo para a empresa.


4 - Almoço


Acho que já comentei isso no post a parte mais difícil de estar longe , mas foi algo que precisamos nos adaptar. A refeição mais importante do dia por aqui, é o jantar que é servido entre às 5-6h. O café da manhã é mais reforçado, mas o almoço é praticamente inexistente. Eles estão habituados a fazer apenas um lanche rápido quando é possível. Em casa ainda não sigo esse cronograma por causa do Noah. Ainda faço nosso típico almoço brasileiro ao meio dia, mas quando não estamos em casa, não tem jeito. 

5 - Sempre olhar a temperatura antes de sair de casa


Eu tinha lido sobre isso antes de chegar aqui, mas é algo muito automático rsrsrs... é como olhar a hora, é um hábito olhar a temperatura, até por que você precisa saber o que vestir de acordo com o clima. Tudo muda muito rápido, por exemplo, ontem saimos de casa com uns 3cm de neve acumulada nas ruas, com muito cuidado para dirigir e depois de uns 30 km não tinha um floco de neve em lugar nenhum. Eu uso dois aplicativos para olhar a temperatura, The weather Channel e The weather network, esse último eu acho um pouco mais preciso.

Essas foram as primeiras diferenças que percebi nesses poucos meses que chegamos aqui. Com certeza haverão outras que vou escrevendo mais tarde.

Beijos..

Mylla Amancio



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Metas 2018

Nossa árvore de natal

Sobre a onda de frio no Canadá...