Como conseguimos vir para o Canada - Parte 1


Oi pessoal,

Vou começar a explicar como foi todo nosso processo pra conseguir chegar aqui no Canadá. Mas primeiro, é muito importante lembrar que não sou especialista nesse assunto e tudo que vou escrever aqui, é com base em experiências pessoais. Tudo muda muito rápido, então, possivelmente muita coisa já mudou para esse ano. É fundamental saber também que o Canadá não está procurando brasileiros, eles aceitam sim qualquer pessoa que pode contribuir com o crescimento do país. Então tem um série de requisitos que se você tem, você será bem vindo. Vou deixar abaixo, os links de onde é possível encontrar informações oficiais dos processos de imigração. 

O meu processo começou em 2011 com muitas pesquisas. O processo de imigração não é único. Cada província é livre para ter suas próprias regras, e além disso, existe o processo federal de imigração. Nessa época, o processo mais fácil era por Quebec, que é a parte francesa do país. Então a primeira coisa a fazer foi aprender francês.

No início de 2012 eu e o Leonardo nos matriculamos em uma escola de francês. Eu me apaixonei pela língua, mas o Leonardo viajava muito nessa época e não estava conseguindo acompanhar as aulas, então no segundo semestre deixamos a escola e conseguimos uma professora particular.

No final do ano, tudo que sabíamos sobre o processo de Quebec deixou de existir rsrs. Eles alteraram todas a regras, e antes o francês exigido era apenas uma entrevista com um oficial da embaixada passou a ser exigido um teste de proeficiência. Fora outras regras que agora não me lembro dos detalhes. 

Então, voltamos para a etapa da pesquisa descobrimos outras três opções que poderíamos tentar: fazer um college, tentar o processo provincial de Manitoba ou conseguir uma oferta de trabalho de um empregador canadense.

Quando você opta por estudar e fazer um college aqui, primeiro você precisa ser aceito por uma universidade, e ter comprovação de que você consegue pagar por esse curso. No nosso caso, eu tentaria vir para estudar e por causa do meu visto de estudante, o Leonardo conseguiria o visto de trabalho. Fizemos os cálculos e precisaríamos de mais o menos R$ 100.000,00!!!! Ai entra a questão de saber o que você realmente quer, por que se na época tivéssemos esse montante, um apartamento ou qualquer bem, venderíamos para conseguir vir. Mas não tinhamos mesmo... é muita grana né??!!

Então fomos para a segunda opção: Processo Provincial de Manitoba. Tínhamos quase todos os requisitos, precisava fazer inglês pois o meu era muito básico, mas pensamos que até julho/2013 conseguiríamos reunir todos os documentos, testes, traduções de certificados e tudo mais, dai era só esperar eles abrirem as datas para a aplicação e mandaríamos os documentos. A etapa final desse processo, era uma visita exploratória na província com uma entrevista com um oficial. E então, contrariando todo nosso cronograma, eles abriram o processo de aplicação no final de janeiro/2013. Depois disso, todo processo mudaria e não tinha previsão de quando estaria disponível novas datas para aplicações.

Nos sobrou a última opção e mais complicada: Conseguir uma oferta de trabalho. Pelas nossas pesquisas, se você conseguisse uma oferta de trabalho, todo o processo duraria no máximo 8 meses. Era o processo mais rápido mas também o mais complicado. A área de trabalho do Léo é a pecuária leiteira, e no Brasil e em vários países, é uma mão de obra que não se encontra com facilidade. Então ele acessou os sites das indústrias que fabricam o maquinário e químicos utilizados, conseguiu as listas de revenderores no Canadá e começou a enviar o currículo para essas empresas. Um tiro no escuro certo?! Mas, quando você tem um objetivo, precisa esgotar todas as possibilidades e não apenas desistir quando parece difícil. Então todo esse trabalho foi recompensado.

Em novembro/2013 o Léo teve o primeiro contato com uma empresa de Ontario. Fez algumas entrevistas pelo skype e em dezembro/2013 a nossa primeira boa notícia. Tínhamos uma oferta de trabalho oficial de um empregador canadense na província de Ontário!!!!


Bom, a história ainda tem muitos detalhes que vou deixar para a parte 2

Beijos!!!

Mylla Amâncio


Site oficial sobre imigração

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Metas 2018

Nossa árvore de natal

Sobre a onda de frio no Canadá...